FANDOM


I. APRESENTAÇÃO Editar

Congressos Municipais de Lingüística Diversificada, em Língua Estática Oficial Portuguesa do Brasil, Kongrezus Municipaus ji falaika, em Língua ou Fala Dinâmica Real Umonani (Brasil). Congresos Municipales de Linguística Diversificada, em Língua Estática Oficial Castelhana, Kongresos de ablaika, em Língua ou Fala Dinâmica Real Uiraka (Colômbia).

II. DEFINIÇÃO DE CONMULINDI OU DOS CONMULINDIS Editar

CONMULINDIS é a sigla ou abreviaturas dos Congressos Municipais de Lingüística Diversificada, realizados pelo Projeto Universidade Taguaiba. Estes Congressos Municipais são fundamentados na dinâmica das Línguas Naturais revertidas nas Linguagens Dinâmicas Reais ou Falas Dinâmicas Reais: Umonani –Brasil- e Uiraka –Colômbia- (desde sua criação ate o 2005, as linguagens dinâmicas reais ou Falas Dinâmicas Reais eram denominadas de Linguagens Experimentais: Umonani –Brasil- e Uiraka –Colômbia-). Em falas dinâmicas reais são conhecidas como: Fala Umonani/Fala Uiraka, em hablas dinamicas reales são denominadas de: Abla Uiraka/Abla Umonani.


III. DATA DO EVENTO Editar

O evento em questão é desenvolvido na segunda ou terceira semana de dezembro de cada ano. No entanto, ultimamente tem-se preferido seu desenvolvimento pela segunda semana de dezembro de cada ano.


III. LOCAL/virtual Editar

Inicialmente o evento foi presencial mas a partir de 2005 OS CONMULINDIS são realizados em forma virtual via internet desde a sede Virtual do PROUTAGUAIBA, diretamente desde sua na sala principal.


V. HISTORIA Editar

Iniciou-se em 2001, quando foi desenvolvido em forma presencial e virtual o PRICONGREMULINDI 2001, no Anfiteatro de Elétrica EP-USP e no Teatro de Artes Cênicas da ECA-USP. Um ano depois, foi desenvolvido o SECONGREMULINDI 2002 no Anfiteatro de História da FFLCH-USP, o TERCONGREMULINDI 2003 foi também desenvolvido no Anfiteatro de História da FFLCH-USP, o QUARCONGREMULINDI 2004 foi desenvolvido no CEU-BUTANTÂ/SME. A partir de 2005 o CONGREMULINDI passou-se a denominar CONMULINDI. Desde o ano de 2005, o CONMULINDI passou a ser desenvolvido na sede do PROUTAGUAIBA, projetando-se em forma mais virtual que presencial, ficando a parte presencial restringida para um menor publico, esta mudança foi feita em função das sucessivas restrições encontradas cada vez mais nos emprestamos dos locais para seu desenvolvimento. Desta forma, o QUINCOMULINDI 2005, foi desenvolvido em forma virtual, e sua emissão realizada desde os estudos do http://www.prounitaguaiba.pro.br/prounitaguaibavirtual.html. O SEXCONMULINDI 2006 via online foi desenvolvido de 20 a 22 de dezembro de 2006, nos estudos do PROUTAGUAIBA VIRTUAL. O SETICONMULINDI 2007 via online foi desenvolvido de 19 a 21 de dezembro de 2007, nos estudos do PROUTAGUAIBA VIRTUAL. O OICONMULINDI 2008, também via online foi desenvolvido de 10 a 12 de dezembro de 2008. De igual forma, de 09 a 11 de dezembro de 2009, é desenvolvido o NOCONMULINDI 2009, via online, bem como o DECONOMULINDI 2010 e os sucessivos CONMULINDIS dos anos subsequentes.


VI. VANGUARDA DO PROGRESSO Editar

São vários os fatos que fazem dos CONMULINDIS vanguarda do progresso da fala de uma comunidade, como por exemplo: 1. A discussão da dinâmica da língua natural falada e seu conseqüente movimento através da língua visual ou escrita. 2. O desenvolvimento de linguagens dinâmicas reais únicas, a darem razão da dinâmica da língua natural na comunidade falante. 3. O desenvolvimento de uma teoria lingüística ou da fala capaz de descrever, explicar e pôr em pratica na comunidade falante a aquisição, história, idiossincrasia, uso e dinâmica da língua natural dentro da comunidade falante. 4. A fundamentação da Teoria Lingüística Diversificada, ou Teoria Falaika dentro da idiossincrasia americana (Continente), abordando conceitos lógicos da comunidade falante, bem como a abordagem da linguagem escrita como conseqüência direta da língua falada ou fala falada. 5. A mudança estática e interpretativa do lingüista renomado ao dinâmico e transformador do lingüista diversificado ou falaiko. 6. A discussão e aplicação da dinâmica das Línguas Naturais como objeto de estudo e como instrumento. 7. A abordagem da língua dinâmica natural como fato comunicativo. 8. A discussão e aplicação da dinâmica das línguas naturais, bem como das línguas dinâmicas reais em todas as áreas do conhecimento e da vida cotidiana. 9. A abordagem da diversidade lingüística do Brasil, do continente americano, europeu, africano e asiático. 10. A abordagem da dinâmica da língua dentro da diversidade biológica. 11. A abordagem da dinâmica da língua real dentro da diversidade de pensamento. 12. A abordagem da dinâmica da língua dinâmica real dentro dos estágios do indivíduo: criança, adulto, velhice. 13. Na abordagem da dinâmica da língua dinâmica real ou fala dinâmica real no expositor e expositora oral e visual por conhecer. 14. Na abordagem da lógica da comunicação no desenvolvimento de softwares a partir do processamento de falas dinâmicas reais. 15. Na abordagem dos estudos e pesquisas da dinâmica da Língua dinâmica real como fato comunicativo através de palestras, cursos, mesas-redondas, videoconferências, vídeo infantil, vídeos, teatro infantil, teatro, painéis, audiovisuais, bandas musicais, lançamentos, noites de autógrafos, simpósios, congressos presenciais e congressos virtuais.


VII. Vanguarda Científica Editar

São também vários os fatos que fazem dos CONMULINDIS ser vanguarda científica no avanço do mundo da fala ou lingüístico. Como por exemplo: 1. Ser o único congresso que aborda a dinâmica das línguas dinâmicas reais em todas as atividades e áreas do conhecimento. 2. Ser o único congresso que aborda a diversidade lingüística. 3. Ter como resultados de suas pesquisas as linguagens dinâmicas reais: umonani (Brasil) e uiraka (Colômbia). 4. Ser o único congresso que revisa e gera conceitos avançados para o desenvolvimento lingüístico diversificado a partir da idiossincrasia americana. 5. Ser o único congresso que estabelece a constante dinâmica da representação visual da linguagem a partir da dinâmica padronizada da linguagem falada da comunidade falante. 6. Ser o único Congresso que se fundamenta no calendário denarroa e dinarroa, de 12.009 anos atrás, a partir dos registros científicos da linguagem visual expressa na pintura rupestre do continente americano. 7. Ser o único congresso que se desenvolve na hora amanhecer sob seu relógio 24 horas 8. Ser o único congresso que se fundamenta na dinâmica da linguagem dinâmica real como fato comunicativo em todas as áreas do conhecimento e da vida cotidiana. 9. Ser o único congresso que estabelece a linguagem ou a fala humana como o componente mais importante da comunicação Humana. 10. Ser o único congresso da fala que inclui e não exclui sua população acadêmica, escolarizada e população em geral e leiga falante de sua comunidade, região ou nação. 11. Ser o único congresso que estabelece uma nova ordem mundial no conceito da pesquisa da fala, lingüística ou falaika e da constituição da Faculdade de Línguas (Letras), atualmente no mundo lingüístico americano, desatualizada, desmotivada e reprodutora de modelos lingüísticos da velha guarda. 12. Ser o único congresso que procura gerar ciência e tecnologia lingüística diversificada desde Sul américa para Norte, Centro e Sul de América e o mundo, através do Projeto Universidade Taguaiba.


VIII. PARTICIPAÇÃO Editar

Convida-se a todos vocês, professores, professoras, senhores, senhoras, amigos, amigas, crianças, leitores e publico em geral a participarem e a exporem durante os CONMULINDIS Congressos Municipais: A Lingüística Diversificada junto a Dinâmica das Línguas naturais. Ou dos Congressos de Falaika junto ao dinamismo das falas naturais.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória