FANDOM


Língua ergativa, ou ergativa-absolutiva é aquela que trata de maneira semelhante o objeto de um verbo transitivo e o sujeito de um verbo intransitivo, ao passo que distingue a ambos do agente de um verbo transitivo.

Este conceito se opõe ao de língua acusativa, ou acusativa-nominativa, que é o caso, por exemplo, do português ou o inglês. Nas línguas acusativas, os sujeitos de verbos transitivos e intransitivos são tratados de forma semelhante.

Nas línguas ergativas, o sujeito de verbos transitivos é marcado pelo caso ergativo, ao passo que o sujeito de verbos intransitivos ou o objeto direto de verbos transitivos são marcados pelo caso absolutivo. Neste caso, a noção de "sujeito" refere-se ao único argumento obrigatório de um verbo intransitivo.

Alguns exemplos de línguas ergativas são: o basco, o georgiano (parcialmente), o groenlandês ou kalaallisut, o hindi e o kurmanji (dialeto curdo), entre outros.

Exemplos Editar

Em basco:

Gizona etorri da.
gizona-Ø etorri da
o homem-ABS chegou
sujeito verbo
"O homem chegou."
Gizonak mutila ikusi du.
gizona-k mutila ikusi du
o homem-ERG o menino-ABS viu
agente objeto verbo
"O homem viu o menino."

Na primeira frase, o substantivo gizon ("homem") ― ou gizona na forma definida ("o homem") ― está no caso absolutivo, que, como na maioria das línguas ergativas, não é marcado. Na segunda frase, gizon está no caso ergativo, marcado em basco pela desinência -k.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória